geral@garciaoliveira.com.br

(61) 9 9541 - 7986

Notícias

5 vantagens de uma assessoria jurídica para startups

Abrir uma empresa é uma decisão que envolve dúvidas sobre assuntos contratuais e societários, especialmente em startups e pequenas empresas. Além do mais, existem riscos financeiros para o negócio ligados à competitividade e às incerteza do mercado. Por isso, contar com os serviços de um escritório de advocacia especializado em startups pode evitar muitos problemas e melhorar os resultados da empresa.

A assessoria jurídica tem um função essencial na viabilização do empreendimento. Entretanto, é necessário contar com um profissional que esteja acostumado com a realidade das startups, pois ele terá mais condições técnicas para garantir as informações indispensáveis para assessorar adequadamente a empresa

Para analisarmos melhor o cenário, reunimos 5 vantagens de contratar uma assessoria especializada para sua startup. Confira!

  1. Conhecimento de mercado

Sistemas de negócios inovadores e ecossistema diferenciado são algumas das principais características das startups. Por esse motivo, é necessário conhecer a dinâmica de funcionamento dessas companhias para atuar nesse ramo. Um advogado especialista em startup conhece o ambiente, as dores e as necessidades dos empreendedores.

Somente uma assessoria jurídica especializada é capaz de sugerir respostas adaptadas à realidade dos clientes porque tem a capacidade de identificar mais rapidamente os problemas que os cerceiam. 

  1. Agilidade e disponibilidade

As alterações e os processos de criação em startups acontecem de uma maneira muito veloz. Por isso, é necessário que os advogados desse ramo sejam disponíveis e ágeis. Esses dois requisitos são fundamentais para atender uma startup com eficiência. Dessa forma, os riscos são mitigados com a rapidez que o negócio demanda.

  1. Dinamismo

Por usarem modelos mais enxutos de desenvolvimento de soluções e para poupar tempo e recursos, as startups têm necessidade de um atendimento mais dinâmico e flexível. O advogado precisa garantir que as demandas primordiais para o desenvolvimento pleno da empresa sejam sempre consideradas, além de tomar cuidado para não engessar os processos e prejudicar o dinamismo do negócio.

  1. Atendimento próximo e informal

Startups são modernas e inovadoras, ao contrário do Direito que costuma ser muito conservador. Em função dessas diferenças, muitos empreendimentos encontram dificuldades para contratar um escritório para assessorá-las da maneira esperada.

Porém, existem escritórios que estão se inovando e indo em busca de uma aproximação com essa nova maneira de empreender. Através de um atendimento mais próximo e informal, eles demonstram estar por dentro da linguagem e das necessidades dessas empresas. 

  1. Necessidade de formalização

A legislação brasileira é bastante complexa para quem não é do setor jurídico, gerando muitos questionamentos durante a ação de abertura e formalização de startups. Por essa razão, ter o apoio de uma assessoria jurídica desde o começo pode evitar irregularidades e viabilizar o cumprimento de todas as exigências legais.

Assim, o profissional garante que a empresa seja formalizada corretamente e com as devidas disposições societárias, especialmente no contrato social, para assegurar o dinamismo e a flexibilidade que startup exige.

Você gostou deste artigo? Ficou com alguma dúvida? Deixe seu comentário ou converse com a nossa equipe sem compromisso.

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email

Contato

(61) 9 9541 - 7986

(61) 3034 - 3413

geral@garciaoliveira.com.br

Endereço

SIA – Trecho 03, Lote 985, Bloco D, salas 104/107, Edifício Marina Office, Brasília – DF. Cep: 71200-030
© 2020 Garcia & Oliveira – Todos direitos reservados. Desenvolvido por 3MIND.
Open chat
Powered by