geral@garciaoliveira.com.br

(61) 9 9541 - 7986

Notícias

Quais vantagens os bancos estão oferecendo para pequenas e médias empresas?

Entendendo a dimensão da crise econômica por conta da pandemia do Covid-19, algumas medidas foram tomadas com o objetivo de ampliar recursos para que instituições financeiras possam oferecer linhas de crédito para o mercado em condições especiais, principalmente para pequenos e médios negócios. Seguem o que algumas entidades públicas e privadas ofereceram neste sentido: 

1.    Conselho Monetário Nacional e Banco Central

  • Disponibilização de R$ 135 bilhões por meio de mudanças nas regras dos depósitos compulsórios das instituições financeiras
  • Linha de crédito emergencial para folha de pagamento de pequenas empresas pelo período de 2 meses.

2.    BNDES:

  • Transferência de R$ 20 bilhões dos recursos do PIS-PASEP para o FGTS
  • Liberação de R$ 19 bilhões para renegociação de contratos diretos com o BNDES e R$ 11 bilhões para contratos indiretos. Neste último, há a previsão da suspensão integral do pagamento de principal e juros por 6 meses dos contratos.
  • R$ 5 bilhões de crédito para micro, pequenas e médias empresas para novas operações de crédito com carência de 24 meses e prazo total de 60 meses. O limite por cliente será de R$ 70 milhões e as empresas não precisam informar a destinação dos recursos. 

3.    Caixa Econômica Federal

  • Destinará R$ 40 bilhões para capital de giro, para pequenas e médias empresas, principalmente do setor imobiliário e outros R$ 5 bilhões para crédito agrícola. 
  • Reduzirá os juros em até 45% nas linhas de capital de giro, com taxas a partir de 0,57% a.m.
  • Ampliará a carência em até 60 dias nas operações parceladas de capital de giro e renegociação
  • Disponibilizará linhas de crédito especiais, com até 6 meses de carência, para empresas do comércio e prestação de serviços
  • Oferecerá linhas de aquisição de máquinas e equipamentos, com taxas reduzidas e até 60 meses para pagamento

4.    Banco do Brasil

  • Disponibilizará R$ 100 bilhões para empréstimos a pessoas físicas, empresas e o agronegócio, a fim de reforçar linhas de crédito já existentes, principalmente as destinadas ao crédito pessoal e capital de giro. O total será dividido da seguinte forma:
  • R$ 24 bilhões para pessoas físicas
  • R$ 48 bilhões para empresas
  • R$ 25 bilhões para o agronegócio 
  • R$ 3 bilhões para administrações públicas municipais e estaduais.
  • Anunciou ter recursos específicos para prefeituras municipais e governos estaduais no que se refere a compra de suprimentos e outros investimentos na área de saúde, infraestrutura e viária, eficiência energética, saneamento e educação.
  • O Banco disse estar em aperfeiçoamento de seus canais digitais, com a finalidade das empresas realizarem transações financeiras sem a necessidade de comparecer à agência. 
  • Já está disponível a “Prorrogação Especial Covid-19”, que permite a prorrogação por 60 dias de operações de crédito pelo Gerenciador Financeiro. 
  • As empresas podem antecipar as vendas com cartão de crédito pelo Gerenciador Financeiro e app BB, de forma digital. E se a empresa ainda não possui contrato, pode aderir pelo próprio Gerenciador.
  • É possível consultar e renegociar as dívidas pelo Gerenciador Financeiro. Este canal é uma solução de internet e mobile banking oferecida pelo banco, para pessoa jurídica, que visa agilizar operações financeiras com segurança.  Nele, é possível por exemplo, fazer pagamentos, transferir valores para outra conta, liberar ou prorrogar operações de crédito dentre outras funções.

5.    Bradesco

  • Prorrogará por 60 dias as dívidas de operações em dia. 
  • Em março, reduziu suas taxas de juros para clientes pessoa física e jurídica, repassando o corte de 0,50 ponto percentual da taxa básica de juros para as suas linhas de crédito, por conta da redução da taxa SELIC para 3,75%. Quando a SELIC reduziu novamente para 3% em maio, o Bradesco se pronunciou dizendo que reduziria novamente suas taxas, mas não especificou valores.

6.    Itaú

  • Prorrogará financiamentos de imóveis e veículos mantendo a mesma taxa de juros, sem a cobrança de multa e dívidas em até 60 dias através do “Itaú Crédito Sob Medida”, que permite a alteração da data original. 

7.    Santander

  • Ampliação em 10% do limite do cartão de crédito de todos os clientes adimplentes. 
  • Prorrogará por até 60 dias o vencimento de parcelas de algumas linhas de crédito pessoal (CP), preventivo, direto ao consumidor (CDC) e imobiliário.

Nós, do escritório Garcia & Oliveira, seguiremos compartilhando informações importantes durante este período, alertando sobre possíveis mudanças, leis e impactos na economia. 👊

Compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email

Ultimas Publicações

Categorias

Contato

(61) 9 9541 - 7986

(61) 3034 - 3413

geral@garciaoliveira.com.br

Endereço

SIA – Trecho 03, Lote 985, Bloco D, salas 104/107, Edifício Marina Office, Brasília – DF. Cep: 71200-030
© 2020 Garcia & Oliveira – Todos direitos reservados. Desenvolvido por 3MIND.
Open chat
Powered by